Arquivo da tag: cinema

Cine Brasília exibe documentário premiado com Behr

O Cine Brasília exibe neste sábado (11) o documentário Braxília, inspirado na obra do poeta Nicolas Behr e protagonizado por ele.

O filme de Danyella Proença, de 15 minutos, transita entre Brasília e Braxília, cidade inventada pelo autor, utilizando seus textos como fio condutor. Além das entrevistas com Behr e de poemas narrados por ele, o curta inclui intervenções urbanas, com poemas grafados em diferentes suportes arquitetônicos.

Braxília foi premiado na edição de 2010 do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Venceu as categorias roteiro, prêmio especial do júri e prêmio especial de júri popular de melhor documentário 35 mm.

Na sessão, com início às 17h, também será exibido o filme Eu Não Sei, de Luis Jungmann, outra produção da Cor Filmes. Os organizadores recolherão doações de 1 quilo de alimento não perecível para encaminhar a uma instituição de caridade. O cine fica na Asa Sul, quadra 106/107.

Behr é um dos participantes da coletânea independente 50 Anos em Seis.

Braxília é um documentário cujo foco é o olhar do poeta Nicolas Behr sobre Brasília. Com duração aproximada de 15 minutos, o documentário discute as possibilidades da simbiose entre Brasília e Braxília, cidade inventada pelo poeta.

O documentário percorre os (des)caminhos de Braxília ao lado de Behr, utilizando seus poemas como fios condutores. Buscando uma linguagem lúdica e poética, o filme pauta-se em três eixos fundamentais: entrevistas com Behr; poemas narrados pelo poeta, e intervenções no cenário urbano, com poemas grafados em diferentes suportes arquitetônicos.

Braxília é um documentário cujo foco é o olhar do poeta Nicolas Behr sobre Brasília. Com duração aproximada de 15 minutos, o documentário discute as possibilidades da simbiose entre Brasília e Braxília, cidade inventada pelo poeta.

O documentário percorre os (des)caminhos de Braxília ao lado de Behr, utilizando seus poemas como fios condutores. Buscando uma linguagem lúdica e poética, o filme pauta-se em três eixos fundamentais: entrevistas com Behr; poemas narrados pelo poeta, e intervenções no cenário urbano, com poemas grafados em diferentes suportes arquitetônicos.

Deixe um comentário

Arquivado em Divulgação